Outubro Rosa – Árvore da vida colore o Parque do Ibirapuera

O mês de outubro está terminando, e com ele as manifestações mundiais para conscientização sobre o câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce, o Outubro Rosa. Cada ano, monumentos e edificações iluminam-se de vários tons de rosa e assim chamam a atenção para este problema de saúde.

Neste mês em São Paulo notei fraca presença de locais coloridos de rosa, inclusive alguns apontados no site da prefeitura onde não era possível identificar a tonalidade da luz nos momentos em que visitei, como o Monumento às Bandeiras e a Ponte Octavio Frias de Oliveira. Contudo, ao passar pela Avenida Pedro Álvares Cabral não é possível deixar de notar uma árvore de cor rosa intenso, localizada à beira do lago do Parque do Ibirapuera. Quem será que a observou tão visível à luz do sol quanto em sua iluminação noturna? Seria “de verdade”? Seria de plástico?

Agora vou contar do que se trata. Trata-se de uma instalação artística em forma de árvore, a Árvore da Vida, escultura chamada Paineira, toda feita com fios de alumínio pelo artista Paulo Bordhin. Ela faz parte de um grupo de mobilizações da campanha contra o câncer de mama do Instituto Avon, ficando iluminada enquanto observamos dança também rosa das águas na fonte multimídia do parque.

A árvore de alumínio, de 5 metros de altura, já foi exposta em outras ocasiões com a temática de transformação e abundância. Agora o público pode interagir com ela deixando um pensamento positivo e colocando um laço rosa, símbolo da campanha. No início do mês sem “flores”, os laços agora ocupam desde as raízes até o galho mais alto da árvore, formando a paineira completamente repleta de simbologia.

Ainda há tempo para visitar esse detalhe rosa de outubro em nossa cidade!

Para quem conheceu a árvore, qual a sua opinião?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *