Bar dos Arcos: inaugurado bar no subterrâneo do Teatro Municipal de São Paulo

O Teatro Municipal de São Paulo abriga espaços inusitados, contudo, o Salão dos Arcos é quem desencadeia as maiores surpresas aos visitantes. Inaugurado em 1911 com muita pompa e festividades após oito anos de construção, o Teatro Municipal de São Paulo, localizado bem no centro da cidade, possui estilo arquitetônico com traços renascentistas e barrocos inspirados na Ópera de Paris. Em seu subsolo e localizado abaixo do saguão principal do teatro está escondida uma preciosidade centenária, que é o Salão dos Arcos, estrutura de sustentação que originalmente servia de ponto de passagem dos dutos de ventilação natural do prédio. As paredes do Salão dos Arcos foram erguidas em alvenaria de tijolos expostos e blocos de granito, unidos por mistura de areia, conchas trituradas e gordura de baleia, sem a utilização de cimento, nos moldes das antigas construções romanas, o que as torna especialmente interessantes.

Apresentado à população apenas em algumas visitas guiadas ou em eventos particulares pontuais, o majestoso salão de 340 metros quadrados de colunas e arcos subterrâneos que servem de sustentação ao Teatro Municipal, abriga agora o novo Bar dos Arcos.
Na estrutura tombada pelos Patrimônios Municipal e Nacional um conhecido grupo de entretenimento de São Paulo instalou um espaço de história e lazer mantendo o aspecto original e realçando suas origens. A inauguração do Bar dos Arcos ocorreu em 21 de dezembro de 2018 em evento fechado e a casa abriu suas portas ao público na segunda semana de janeiro de 2019.

Visita ao Bar dos Arcos

O Bar dos Arcos iniciou o funcionamento de forma parcial, porém a todo o vapor. A casa lota rapidamente e quando são ocupados os 78 lugares dispostos entre seis mesas/balcões, atenciosos funcionários organizam uma fila no corredor externo do Teatro, onde, além de identificarem cada cliente por CPF e número de telefone, também explicam sobre a casa e até apresentam o cardápio que será lido no interior.

Ainda há algumas dificuldades na visita, pois é exatamente o início das atividades para todos. Por exemplo, a informação quanto ao horário de funcionamento divergiu entre o atendimento telefônico, a consulta ao Instagram e até mesmo informações locais. Vou apresentar o que obtive no Instagram, porém fui numa quarta feira e o estabelecimento prometia fechar às 2 horas, divergindo, portanto dessa divulgação.
Terças e Quartas, 19h – 1h
Quintas e Sextas, 19h – 2h
Sábados, 19h – 3h

O acesso ao Bar dos Arcos é feito por entrada lateral do Teatro, em frente às esculturas da Praça Ramos de Azevedo. Havia uma unidade móvel de polícia na calçada.
Quanto ao transporte, indico qualquer forma que não seja automóvel de passeio, pois os estacionamentos não são tão próximos e todos fecham ás 22 ou às 23 horas. Fui informada que há serviço de manobristas às sextas feiras e sábados.

Para entrar no bar há uma escadaria de 15 degraus. Ao término sempre alguém atencioso recebe e conduz os clientes à sua mesa.

As mesas possuem formato de longos balcões com luz em sua superfície, o que as destaca das colunas e arcos onde estão entremeadas e fornece o parece ser desejado: mistura do contemporâneo com o histórico e escuro subsolo de luzes indiretas.Todas as mesas são compartilhadas, ou coletivas, mas não se preocupe porque são confortáveis e permitem conversas entre diferentes grupos de ocupantes.
Dica de localização: se puder escolher prefira o balcão do bar. Assistir ao preparo dos coquetéis é uma atração à parte. A bartender argentina Chula com seu chapéu negro é uma atração à parte.

Sobre a decoração muito bem planejada, devo chamar a atenção para o detalhe de insetos que parecem grafitados num fundo preto em alguns locais inativados. Segundo Facundo Guerra, um dos proprietários, os desenhos de insetos nas paredes representam animais apropriados para um subsolo e foram criados pela artista plástica Adriana Marto.
Detalhe também para as luminárias, que foram desenhadas especialmente para o bar e se assemelham a candelabros.

Esqueça a selfie enviada do local para os amigos. A localização do bar faz com que haja dificuldade em conseguir sinal de internet. Eu não consegui.

A música ambiente é bem selecionada, sempre com ritmos mais alegres, atuais e em alto tom. A qualidade do som não deixa nada a desejar. Perfeita.

E agora, os “comes e bebes”:

O cardápio possui duas folhas. Na folha laranja estão os petiscos e na branca estão as bebidas. Fácil assim.
O forte do Bar dos Arcos são os coquetéis, apresentados de forma original e elegante na “Partitura de coquetéis autorais”. O lista dos coquetéis é dividida em quatro “andamentos musicais”. O primeiro é o “Allegretto”, com três opções de baixa graduação alcoólica, sugeridas para iniciar a noite. A seguir está o “Andante”, com outras três opções de bebidas com sabores mais doces, mais abertos e populares, que são batizadas em homenagem a compositoras e intérpretes brasileiros: Carlos Gomes, Bidu Sayão e Villa-Lobos. O terceiro grupo de coquetéis é o “Adagio”, de sabores cítricos e refrescantes e por fim o grupo” Presto”, de coquetelaria clássica, bem marcados de álcool.

Não conte com os suquinhos para quem não bebe álcool, pois eles nem existem no cardápio. Refrigerantes também não possuem variedade. Vá de coquetel sem álcool.

O cardápio de “Abertura” é enxuto, porém tudo o que provei estava muito bem preparado. Meu destaque vai para o ceviche de polvo. Perfeito! Como todo o cardápio remonta ao teatro, as sobremesas só poderiam estar em “Ato Final”.

O que a casa promete para breve:
Abertura completa da casa com aumento para 120 lugares
Espaço mais íntimo com sofás e poltronas que poderá ter reserva prévia
Utilização do palco para apresentações musicais. O estilo musical planejado varia conforme a fonte, desde o desconhecimento dos funcionários até planos para apresentação de música erudita ou estilos variados. A conferir.
Balcões e palco com possibilidade de mudança de disposição.

Sob o icônico e majestoso Teatro Municipal de São Paulo existe um imponente salão que o sustenta. Ali está instalado o Bar dos Arcos. Projetado para ser um espaço de compartilhamento e sociabilidade, que alia história, tradição e modernidade, o Bar dos Arcos deverá trazer destaque e popularidade ao desconhecido Salão dos Arcos do Teatro Municipal e sua arquitetura, e transformar-se em opção de vida noturna paulistana no centro de São Paulo.

Serviço:

Bar dos Arcos
Local: Subsolo do Teatro Municipal de São Paulo
Endereço: Praça Ramos De Azevedo, s/n – República, São Paulo – SP, 01037-010
Telefone provisório: (11) 2039-1250 – Central de reservas Fábrica de Bares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *